2 comentário(s).
Em 11/03/2012 - 20:25:45

KEIKO FUKUDA - A última discípula de jigoro kano

Keiko Fukuda primeira mulher 10º dan


Keiko Fukuda nasceu a 12 de abril de 1913, em Tóquio, Japão. O pai morreu quando ela era muito jovem. Na juventude, aprendeu as artes da caligrafia, arranjo de flores, e a cerimónia do chá; atividades típicas de uma mulher no Japão naquela época. Apesar da sua educação convencional, Fukuda sentiu-se próxima do judo devido a recordações do seu avô. A sua mãe e irmão pensaram que Fukuda acabaria por casar com um praticante de judo, mas nunca se casou, acabou por dedicar toda a sua vida à aprendizagem e ensino do Judo.

Hachinosuke Fukuda, avô de Keiko, foi um um samurai e mestre de jiu-jitsu, e curiosamente ensinou essa arte a Jigoro Kano, fundador do judo e criador do Kodokan. Kano tinha estudado com três mestres de jiu-jitsu antes de fundar o judo, e o seu avô Fukuda tinha sido o primeiro destes homens.

Kano já tinha ensinado estudantes do sexo feminino, em 1893 (Sueko Ashiya), e abriu formalmente a joshi-bu (seção das mulheres) do Kodokan em 1926. Jigoro Kano, pessoalmente, convidou a jovem Fukuda para estudar judo - um gesto incomum para a época - como um sinal de respeito pelo seu avô. Keiko Fukuda começou o treino de judo em 1935, como uma das únicas 24 mulheres a treinar no Kodokan. Além da instrução recebida pelo fundador do judo, Fukuda também aprendeu com Kyuzo Mifune.

Fukuda com apenas 1,50 cm e menos de 45 kg, em 1937, tornou-se instrutora de judo. Além disso, formou-se em literatura japonesa na Universidade Showa Woman. Em 1953, foi promovida a 5º dan, na época, era uma de apenas quatro mulheres no mundo graduadas em 5º dan .

Por volta de 1972, após uma campanha contra a regra que na altura proibia as mulheres de serem promovidas a um dan superior a 5º dan, Fukuda foi a primeira mulher promovida a 6º dan pela Kodokan.

Em 2001, foi premiada com o cinto vermelho ( 9º dan) pela United States Judo Federation (USJF) pela sua contribuição para o desenvolvimento do Judo nos Estados Unidos país onde desenvolveu toda a sua atividade e pela dedicação ao longo da vida à arte do Judo. Em 08 Janeiro de 2006, a Kodokan promoveu Fukuda ao posto de 9º dan, ou seja, a primeira vez que foi concedido esse status a uma mulher.

Neste mês de Agosto de 2011 aos noventa e oito anos (98) tornou-se a primeira mulher a ser promovida ao mais alto nível do Judo, 10º dan, é a 16º pessoa a atingir essa distinção e um de apenas quatro judocas 10º dan vivos neste momento. Os outros três são homens e vivem no Japão.

O seu lema pessoal é "Ser gentil, amável e bonita, ainda firme e forte, mentalmente e fisicamente." Sensei Fukuda chorou lágrimas de alegria ao saber da sua promoção a 10º dan nos Estados Unidos onde vive, dizendo que "toda a minha vida este tem sido o meu sonho."

É ainda de salientar que Keiko Fukuda é neste momento o último discípulo vivo do mestre Jigoro Kano fundador do Judo Kodokan em 1882.

Deixe o seu comentário




Comentários

Renato em 05/02/2013 - 21:41:50

Muito interessante, são histórias inspiradoras que precisavam ser contadas para as novas gerações do Judo e das artes marciais em geral. Oss

Daniel Aragão em 17/03/2012 - 23:59:33

Espetacular! Oss